Biometria Facial. Como funciona?

 

Já pensou ter em seu estabelecimento um sistema de câmeras que identifique uma pessoa através de reconhecimento facial? Essa tecnologia está cada vez mais próxima da nossa rotina.

Graficamente, nosso rosto é composto por muitos pontos e medidas, como o comprimento da linha da mandíbula, tamanho do crânio, distância entre os olhos, largura do nariz, entre outros. Ainda que sejam rostos idênticos a olho nu, como no caso de gêmeos, o reconhecimento facial capta pequenas diferenças.

Um software lê essas informações, por meio da câmera e codifica o rosto daquela pessoa em uma sequência digital anexando esse número ao cadastro do indivíduo. Ou seja, toda vez que ele passar por aquela câmera, a pessoa é identificada. Normalmente a precisão do reconhecimento é muito próxima aos 100%.

Entre os métodos de segurança mais comuns, a biometria facial é um dos mais difíceis de ser burlado. Ainda que seja colocado uma foto ou uma filmagem feita de um celular, ele consegue admitir que não tem profundidade.

A tecnologia e suas aplicações vão muito além de identificar um suspeito em meio a uma multidão, por exemplo. A biometria do rosto também pode ser uma forma menos intrusiva de identificar pessoas nas empresas, academias, condomínios e até escolas. Além de poder ser utilizada a favor do marketing pessoal em estabelecimentos comerciais.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta